Senhor do vento

Senhor do vento
De que é feito o relento
Dessa dor vadia
Que se vai em tempo.

Senhor do vento
Não me deixa vacilar
Do que adianta tentar
Se não há o que amar.

Senhor do mar
Porque me fazes chorar
Porque me fazes implorar
Por algo que não posso saborear.

Estou indo para lugar algum
E se você não for me impedir, não precisa nem tentar.  - L. S.

0 comentários:

Postar um comentário

.

Links Legais

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin