Pastor usa fist fucking e coprofilia para condenar a homossexualidade

De acordo com o site brasileiro O Repórter, o pastor Matin Sempa, na sua cruzada contra a legalização da homossexualidade no continente africano, usa imagens de homens praticando coprofilia (estimulação sexual por meio das fezes) para levantar o público contra os gays.
Usando o discurso de que homossexualidade é igual à necrofilia, o religioso provoca nojo na platéia e pergunta se é aquele tipo de coisa que os países deveriam legalizar. Nas reuniões, chega-se ao absurdo de sugerir que crianças participam dos atos e perguntar se Barack Obama, de origem africana, aceita “tudo aquilo”. - FONTE: Parou Tudo.



O que é triste de constatar é o fato de alguém que vive em um país que sofreu com a conolização, que presenciou a escravização e tem nos livros de história fatos marcantes de racismo, condenar uma minoria. Ninguém tem direito a condenar uma minoria, mas o que assusta é ver um grupo que sabe o que é sofrer preconceito desferir com a mesma arma contra outro grupo, será mesmo que esse pastor não teve educação? Será mesmo que ele é um coitadinho da África? Direitos humanos são para todos!

0 comentários:

Postar um comentário

.

Links Legais

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin