Pastor Marcio ataca homossexuais em cartilha

Eu não sei da onde que ele tirou a idéia de que o texto dele é uma cartilha, pois não passa de 5 ataques a homossexuais e ao movimento GLBTT; mas como a maioria dos pastores são analfabetos funcionais, não podemos exigir muito. Vamos aos passos do pastor Márcio, lembrando que os meus comentários vem logo em seguida de cada passo.

Cartilha do homossexual consciente. ---> ?????

1- Não é gay, processe por homofobia. Você não pode mais chamar o comportamento homoafetivo de homossexualismo o politicamente correto é homossexualidade. Essa até o Luiz Mott do movimento gay da Bahia achou exagerada em entrevista a Jô Soares. Chamou de bicha então ta roubado. --> Comentário do I. A. -> Por um simples fato, meu caro pastor, homossexualismo é conotação de doença, como a homossexualidade não é doença torna a classificação pejorativa. Não é tão difícil, certo? Qual o problema em chamar de homoafetividade ou homossexualidade?

2- Foi convidado para ir a uma igreja protestante? Será acusado de tentar mudar a natureza do camarada. Não pode. Gay nasceu gay, e se você discordar disso vai ter problemas. --> Comentário do I. A. -> Gay nasceu gay, assim como negro nasceu negro, amarelo nasceu amarelo, branco nasceu branco e ponto final! Tentar "curar" um homossexual significa admitir que a homossexualidade seja uma doença, mas não é, portanto se não é doença o gay nasceu gay, qualquer tentativa de mudar isso é preconceito. Por que vocês pastores não se contentam em curar milagrosamente pessoas tetraplégicas? É claro que eu não acredito no que vocês fazem, mas se tem idiota gente para acreditar...

3- Ser gay é orientação e não escolha. Diga a um gay que ele escolheu ser assim e que isso é fruto de comportamento aprendido? A resposta será a seguinte: "Se eu pudesse escolher, acha que eu escolheira ser gay? Logo não tem conversa, porque todo mundo escolhe o que quer ser em alguma instância mas isso não é levado em consideração por um gay. --> Comentário do I. A. -> Aqui fica claro a dificuldade intelectual do pastor em aprofundar o assunto. Opção e escolha são sinônimos, se eu escolhi algo eu optei por isso, certo? Pois bem, ser gay não é escolha e também não é opção, os homossexuais nascem assim, afinal quem seria burro o suficiente para escolher fazer parte de uma minoria que sofre preconceito e é vitima de violência nas ruas, escolas, igrejas e até na TV onde pastores atacam livremente os homossexuais? Mais uma prova que ninguém opta por ser homossexual, não é algo adquirido, não é doença.


4- Homossexual consciente milita. Todo ano tem parada gay, se aquilo que acontece lá é militância, uma suruba é reunião estratégica. --> Comentário do I. A. -> Por você ser um pastor preconceituoso e limitado, com certeza não foi a alguma parada gay, então como pode desclassificar o movimento e chamá-lo de suruba? Sempre existiu a parte política do movimento e a parte de conscientização, sobretudo quanto a doenças sexualmente transmissíveis, contudo é um momento de lazer sim, afinal, se o Brasil tem o carnaval, porque os gays não podem ter UM dia de lazer? Generalizar é complicado, eu poderia dizer que todos os pastores são despreparados, analfabetos e corruptos, mas em algum canto do país deve existir pelo menos UM pastor que faça o trabalho de maneira correta.


5- Quando atacado, reaja, convoque os militantes e declare guerra, sem misericórdia, sem sensibilidade, afinal de contas, quem não é gay é homofóbico em algum movimento. --> Comentário do I. A. -> Oi? Como assim? O preconceito é tão grande que ele não conseguiu elaborar o raciocínio, se é que ele tem alguma base pra isso.


Conclusão do Incrivelmente Ácido: Se Deus pregou a paz e o amor entre as pessoas, porque esses evangélicos odeiam tanto os homossexuais? Os gays não querem nada deles, não querem nada com eles! Deixem os homossexuais EM PAZ!


O texto completo do pastor pode ser encontrado AQUI.

Por Lucas Sasdelli do Incrivelmente Ácido -> @lemonblog.

8 comentários:

Bruno disse...

Lucas, ao tentar desconstruir os argumentos do pastor que citou, parece que escorregou na merda, em alguns pontos, ao invés de limpar a situação.

"Gay nasceu gay". Não é preciso de muitas aulas de psicologia, sociologia, antropologia e filosofia para que você possa compreender que a única 'natureza' do homem é não ter natureza nenhuma. O homem 'pode' ser tudo, no sentido de que tudo nele é 'construído' social, histórica e culturalmente. Até mesmo heterossexualidade é histórico-social. Se duvida disso estude um pouco mais, e conheça culturas onde a relação com as identidades e gêneros seja diferente da nossa. Gênero é construção social. E isso não é opinião minha. É argumento, apoiado por diferentes estudos.

"ser gay não é escolha e também não é opção". Considerando algumas abordagens, pode-se entender qualquer manifestação comportamental como resultado de uma 'seleção' nem sempre consciente de comportamentos a partir das consequências produzidas, que são reforçadoras ou não (ou punitivas) desses comportamento. Motivações para que ele ocorre e continua a existir. Assim tanto os comportamentos sexuais 'homo', quanto os 'hetero', tem consequências sobre o meio e sobre a própria pessoa que determinam a manutenção desses comportamentos. Então, pode-se considerar, a partir de um certo nível, que é uma 'escolha', obviamente nem sempre consciente das determinações internas e externas, mas jamais descontextualizada. Todo dia quando acordo, minha determinação histórica-cultural me leva a procurar, simplificando, mais dos mesmos 'reforçadores' que obtive durante minha vida (relacionamento com mulheres etc). Já ouve momentos, entretanto, que considerei e desejei experimentar sair com homens. Ainda não concretizados, apesar de terem menor peso em relação a heterossexualidade. Vai depender das consequências para um possível comportamento homossexual, para que eu possa 'escolher', digamos, vivenciar esse comportamento mais vezes. O quanto isso vai ser importante ou 'bom' para mim.

"com certeza não foi a alguma parada gay". Nunca fui em uma Parada Gay. Não sei como é. Porém já ouvi algumas pessoas falando mal, do próprio movimento, afirmando que quando inicial ela tinha um caráter, mas que com o tempo mudou. Não sei mesmo até que ponto ela é um movimento 'militante' 'eficiente' ou não. Nunca me aprofundei nesse assunto.

Enfim, fiz algumas poucas considerações. Não estudo esta temática a fundo. Mas julguei necessário te dar esse toque. Cuidado para não escorrer na merda dos outros e acabar por se lambuzar junto.

atenciosamente,
Bruno Azambuja

Lemon Blog disse...

Me pautei em pesquisas científicas e a grande maioria vai no sentido em que GAY NASCEU GAY, pra mim o que vale é a ciência já que não acredito em nada, nem mesmo em filosofia.

Quanto a parada Gay, se os heteros tem o Carnaval e as micaretas, porque o gays não podem se divertir?

Bruno disse...

Eu gostaria de saber as referências das suas pesquisas, para que possa estudar. O que te falei É ciência. Ciências humanas. Pode procurar textos em Psicologia Social. Psicologia Sócio-histórica. Behaviorismo radical (base da Ciência do Comportamento amplamente estudada nos EUA, aqui no Brasil tem menor destaque que a Psicanálise). A própria Psicanálise iria descontruir tua argumentação. Fora textos em antropologia e sociologia. Isso não é ciência para você?

Pois bem, me passe as suas referências que terei prazer em analisá-las. Qualquer teoria hoje que sustente biologicismo terá dificuldade em se sustentar. Não se pode negar a determinação do social (além do biológico). Afinal a identidade do homessexual ou heteressexual só pode ser construída ou reconhecida no contexto onde tais identidade já pré-existam e existam. Senão como posso afirmar que sou gay? Por mim mesmo?

Não entendi porque tenta envolver na argumentação Carnaval e Micaretas. Me parece que não estuda e compreende o próprio movimento de militância.

O objetivo, até onde já estudei, e vi líderes do 'movimento' falando, é que o direito de todos seja respeitado, não somente dos homossexuais. Sendo assim o objetivo da Parada ou do 'movimento' é um dia deixar de existir, no dia em que não houver mais preconceitos com isso. Ou seja, o objetivo é que estejam integrados na sociedade, sendo aceitos na sua diferença. Dentro do Carnaval, Micareta e tudo o mais.

Espera que gays fiquem segregados aos seus grupos? Com suas manifestações particulares, somente porque nelas podem se expressar sem serem atacados? Isso seria militância até que ponto? Devia estudar mais ciência, porque deve estar lendo, se estiver, autores e análises erradas e limitadas. Opiniões não servem para debater, nem para fazer política. Só assistir o canal Senado e similares, quando tem sessões de construção de políticas políticas de combate à 'homofobia' ou em defesa dos direitos homossexuais já lhe bastariam para começar a compreender do que se trata o movimento militante. Se quer ter sua opinião, sem fundamento, guarde-a para você. Ou tome o cuidado de dizer que isso é o você 'pensa', opinião pessoal. Para evitar confusão por aqui.

até mais,

Anônimo disse...

meu deus o bruno por acaso conhece o caso dos gemeos(2 meninos) em que um teve o penis propositalmente retirado e fez cicurgia parea troca de sexo ainda criança(bebe) tratado com hormonios para se tronar uma menina e a experiencia foi um fracasso o garoto nunca se tornou menina, e refez a cicurgia para voltar a ter penis quando grande e se matou a pouco tempo, pesquisa no google q vc vai achar, depois disso vc ainda acha q gay não nasce gay???????? q vem de influencias externas?????

Lemon Blog disse...

Bruno, meu caro, não sou nada seu para sair atrás de pesquisas só para satisfazer o seu ego, se quer procure, mas como o anônimo acima exemplificou as pesquisas sobre a homossexualidade existem e corroboram nesse sentido, inclusive genético.

Não tenho paciência com quem quer apenas se sentir superior e fica mandando os outros estudarem, isso é trollagem, uma vez que, visivelmente, você não domina todas as vertentes do assunto, quando dominar você poderá sair por ai exibindo o seu ego pra quem quiser comprar.

Posso falar por mim, nasci gay, tive uma cultura hetero, amigos heteros, nunca fui amigo de mulheres, sempre fui do fundão da sala, adoro futebol, cerveja e rock; o que me faz gay é a genética pura e simples.

Adelmo disse...

Caramba todos os defensores od homassexulismo vem com essa "frase" evangélicos odeiam os "gays", não odoamos ninguém, pois nosso Pai ama a todos e nós também, nós não vamos jamais considerar normal o que é psicologicamente, medicinalmene e emocionalmente anormal como normal, ou alguém acha que homossexualismo é natural e normal ? Não tapemos o sol com peneira, existe homossexuais em quase todas a classes e esferas socias, desde que sejam pessoas produtivas e respeitem as nossas convecções, nós respeitaremos as pessoas que eles são sem jamais achar que é normal o que é anormal, pois não é normal esse modo de vida, ou é ? Sejam realistas e vivam as suas vidas como querem mas nos deixem viver as nossas vidas em pais e parem de "fazer" a opinãopública dizendo que odiamos os homessexuias, nós não compartilharemos jmais com esse meio de vida, mas sempre estaremos dispostos a ajudar os que precisam, idependente de raça, religião ou sexo ( Homem ou Mulher ). Do jeito que as leis estão sendo manipuladas para apoiar o errado daqui a pouco seremos "heteros' inrustidos, pois será ilegal ser homem ou mulhe. E por favor não coloquem raça e cor no meio dessa sacanagem, pois raça e cor, isso sim é normal, tanto é que na relação de sexo entre ( Homen e Mulher ) de raças diferenteshá procriação e na mistura do mesmo sexo a ?

Bruno disse...

Caro Lemon, vou considerar sua posição e estudar mais sobre o assunto. Mas seria ótimo se puder ajudar com tua própria argumentação, e não só para mim, mas para todos que lerem o blog para que possam entender melhor o assunto. Opinião pessoal, sem argumentos sólidos não ajudam a 'quebrar' preconceitos. As pessoas precisam entender como natural realmente, como uma possibilidade dentre tantas outras. Como disse, não conheço muito do assunto. Não li sobre pesquisas genéticas. Por isso seria ótimo ler. Certamente se você já leu pode me indicar algumas para começar. Até mais,

Anônimo disse...

Não quero falar bonito, quero falar uma verdade: se o sujeito fica de pau duro olhando prum homem, ele é homossexual, ou talvez bissexual.

O modo como ele se comporta É SIM inteiramente dependente do meio social. Os homens heterossexuais possuem alguns comportamentos em comum para exprimir sua opção sexual - mexem com mulheres na rua, coçam o saco, enfim, todos sabemos. Os homossexuais têm seus meios - falam com tipo afeminado, voz FORÇADA, e fazem trejeitos que em PORRA NENHUMA lembram uma mulher.
E chega desse lance de ter que "aceitar" homossexuais. Eles querem ser aceitos? COMPORTEM-SE QUE NEM GENTE! Eles vivem em uma sociedade, e não é ela que tem que se adaptar aos homossexuais, são eles que têm que se adaptar a ela. Se querem se comportar num padrão À MARGEM do padrão da sociedade, serão sempre MARGINALIZADOS.

Terminando grossamente, mas com um fundo de verdade:
SÓ PORQUE VOCÊ DÁ A BUNDA PRECISA FALAR E GESTICULAR DESSE MODO?

Postar um comentário

.

Links Legais

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin