Crítica: Preciosa – Uma História de Esperança

Preciosa é para aqueles que criticam o cinema americano, pois é um filme pesado, que mostra o lado ruim da vida, que debate preconceitos e ainda assim não cai em clichês, nada de final feliz com a protagonista ficando rica e famosa, embora esse seja o sonho dela.

Temos em Preciosa um bom roteiro apoiado por boas interpretações, desde a atriz principal, uma estreante de nome difícil, Gabourey Sidibe, a coadjuvante que faz um dos personagens mais detestáveis do cinema, Mo’nique, que é comediante e venceu merecidamente o Oscar nessa categoria.

Preciosa é uma adolescente negra, gorda, com dois filhos, um deles com problemas mentais, atrasada no estudo, sem perspectivas que é violentada psicologicamente, fisicamente e sexualmente; mas que ainda assim sonha em ter uma vida melhor e se apega a uma professora que tenta ajuda e mudar o rumo dos acontecimentos, mesmo recebendo pancadas da vida ela não se entrega, levanta a cabeça e persiste, apesar de ter tudo contra. É uma bomba, um drama emocionante para fazer refletir. O filme mostra corretamente pessoas más, pessoas que sofrem mais do que podem agüentar e pessoas iluminadas que conseguem mudar a vida de outras; sem exagero, sem clichês.

A última cena é muito bem montada com atuação inesquecível de Mo’nique, com certeza é a parte do filme que deu a estatueta do Oscar para ela, e mostra que até os monstros se apegam a alguma razão para se omitir ou cometer atrocidades; Preciosa é assim, um filme que mostra a omissão e a violência, mas que tem na esperança a luz no fim do túnel.

SINOPSE: Claireece Preciosa Jones sofre privações inimagináveis em sua juventude. Abusada pela mãe, violentada por seu pai, ela cresce pobre, irritada, analfabeta, gorda, sem amor e geralmente passa despercebida. A melhor maneira de saber sobre ela são suas próprias falas: "Às vezes eu desejo que não estivesse viva. Mas eu não sei como morrer. Não há nenhum botão para desligar. Não importa o quão ruim eu me sinta, meu coração não para de bater e meus olhos se abrem pela manhã”. Uma história intensa de adversidade e esperança. ( FONTE ).


TRAILER:


1 comentários:

Helena disse...

que bela critica! quero muito ver esse filme... ainda não tive oportunidade,mas assim que der quero muito ver.

Bjus

Postar um comentário

.

Links Legais

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin