Garoto emo é amarrado e tem cabelo cortado à força pela mãe

Ta certo que o menino exagerou, mas caminho errado? Homossexualidade ( os pais não estão preocupados com o cabelo em si, mas com a possibilidade do garoto ser homossexual ) não é caminho errado e nesse caso os pais estão errados, o garoto tem sim liberdade para cuidar da aparência, desde que essa não seja prejudicial a ele ou necessite de autorização dos pais - tatoos e adereços ( piercings e afins ). Mas ignorância infelizmente é assim mesmo, algumas gerações mais antigas querem moldar os filhos para que sejam tudo aquilo que eles não foram.


Estadão - Um garoto de 14 anos foi amarrado e teve o cabelo cortado à força pela mãe, ontem, em Sorocaba, no interior do Estado de São Paulo. Tudo porque ele se identifica com o movimento "emo", no qual os meninos deixam os cabelos lisos e penteados caírem sobre os olhos. O rapaz foi além e, sem a autorização da mãe, colocou um aplique colorido para aumentar a cabeleira.

Ao chegar à casa, no Jardim Iguatemi, zona norte da cidade, a mãe, identificada apenas como Lucimar, de 37 anos, e a avó, Lúcia, de 57, correram atrás do garoto com uma tesoura e ainda o ameaçaram com um pedaço de pau. O garoto saiu de casa e correu cerca de um quilômetro, até atingir a Praça das Águas, no Jardim Abaeté, mas as mulheres o perseguiram de carro. Ele foi amarrado com uma corda e, além do aplique, teve cortado o próprio cabelo.

Em seguida, mãe e avó levaram o menino a um distrito policial, pois queriam denunciá-lo por desobediência. O caso foi encaminhado ao Conselho Tutelar. O garoto foi levado para a casa da avó paterna. Os conselheiros tentarão intermediar a relação da mãe com o filho. Lucimar diz que voltará a amarrá-lo, se precisar. "Estamos fazendo isso por desespero, pois ele está tomando um caminho errado e, se der mal na vida, não será por minha omissão", alegou.

Fonte: Estadão.



8 comentários:

Anônimo disse...

eu não ia querer ter um filho emo também não...

Anônimo disse...

eu faria o mesmo..
ser viado tudobem, agora emo, jamais.

Anônimo disse...

grandes merdas, o exercito tem feito isso há anos e ninguem reclama!

Anônimo disse...

Vocês são tudo um bando de preconceituosos...
A pessoa só pq é ñ significa que é gay,ou uma pessoa má !!!
Só mostra um estilo super normal, igual a qualquer um.
Eu duvido que o filho dessa mulher deixou de ser o garoto de antes !!!!

Anônimo disse...

KKKKKKKKKKKKKK,vocês estão tudo por fora, apesar te falarem que emo e gay, eu só emo e não sou gay, não pego outros rapazes só garotas e os emos, acontrario de outros estilos como skinred e outros adorão brigar, nos emos adoramos se amar,vcs fala dos emos como nos são bando de demonios... cocês não sabem de nada,fico indiginado com uma coisa dessas , me add no msn e descuta comigo paulo.xd23@hotmail.com

Anônimo disse...

Aposto que a vó e a mãe desse guri não sabem o que é ser um menino de 14 anos que quer só se adequar a moda atual. E que nem o Anônimo acima falou, antes emo do que skinred ou algo violento. Ele devia ficar ouvindo restart e dançando rebolation, nada que não fosse passar quando ele ficasse mais velho e essa moda passasse.

Anônimo disse...

certissa essa mãe se todas fossem assim não teriamos os filhos fazendo o que quer virando o que eles querem concordo plenamente faria o mesmo com os meus. não tem nada que adirir modas nojentas temos que ser pessoas decentes normal como famos criado.

Anônimo disse...

o problema de vocês mães ultrapassadas é que vocês não conseguem se colocar no lugar dos seu filhos (certamente por que foi esse o modo escolhido pelos seus pais para dar "educação"), que muitas vezes são vítimas de preconceito, que geralmente parte de dentro de casa. Abram os olhos e as mentes de vcs pra uma nova realidade!!!

Postar um comentário

.

Links Legais

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin