Crítica: Skins, um seriado de adolescentes bonitos


Skins é mais uma série que caiu no gosto do público Cult e que, graças a Glee, que trouxe um novo interesse em séries focadas em adolescentes utilizando música, começou a aparecer para o grande público também.
Skins traz algumas novidades, como uma utilização diferenciada da música e da fotografia, ambos são quase personagens da série, algo que pode até ter influenciado Glee. Porém faltam alguns elementos importantes, sobretudo o roteiro, que é algo fundamental para qualquer seriado dar certo; além de faltar carisma nos personagens, humor bem trabalho e boas interpretações. Outra peculiaridade é que a série troca todos os personagens a cada duas temporadas, ou seja, uma vez por ano já que é um seriado de middle season.
As duas primeiras temporadas até que teve bons personagens, são eles:

Tony – o galã irresistível que é perfeito em tudo, mas, claro, é um crápula. Ele é realmente bonito e cativa nos primeiros episódios, mas na segunda temporada eles não souberam trabalhar a mudança do personagem e ele perdeu espaço. A arrogância que o ator
Nicholas Hoult passa para o personagem é adequada, mas não chega aos pés do Brian Kinney de Queer as Folk, interpretado pelo ótimo Gale Harold.
Sid – o amigo fiel, é bonito, é legal, é bobão, mas falta profundidade na interpretação.
Maxxie – grande promessa que não foi para frente.
Jal – os episódios mais chatos são focados nela e na igualmente chata Michelle.
Mas quem salva a série é a Cassie, que consegue carregar os amigos sozinha, transformando um episódio chato e com pouco conteúdo numa ótima experiência, ponto para a brilhante Hannah Murray.
Quanto à história? Previsível, não sabe usar bem o drama, não é inovadora, não da subsídios para os personagens crescerem e faz uso constante de drogas, parece que a juventude inglesa usa a maconha como se fosse cigarro, chega a incomodar até alguém que não se importa muito com isso.
Skins é legal, mas vale mais a pena pelos atores bonitos do que pela a história em si.
Se você quer uma série que usa a música constantemente, fique com Glee.
Se você quer um personagem forte, arrogante e envolto de uma história muito bem escrita, fique com Queer as Folk.
Se você quer apenas ver adolescentes bonitos e pagar de Cult, fique com Skins.
Quanto à terceira temporada de Skins não vale nem a pena comentar, conseguiram manter o mais do mesmo, mas sem a cativante Cassie.



24 comentários:

Tary disse...

A única coisa que concordo, é a respeito da Hannah ser brilhante e Cassie, a melhor personagem. De resto, não concordo em nada. Skins não é pra quem quer pagar de cult, é uma série excelente.

GMD disse...

É pois é. concordo com Tary.

E vem cá, desde quando os atores são bonitos? A beleza da série é justamente eles terem escolhidos atores com cara de gente de verdade. Até o Tony, que é o galã, é meio estranho para os padrões da mídia.

Crisenta disse...

nossa nada a vê, a terceira geração ta ai pra prova q o foco definitivamente ñ é na blza dos atores, ja divulgaram a foto dos novos atores e são todos estranhos... definitivamente skins é uma série diferenciada com historias fortes, atores bons e personagens anti*herois que mesmo com defeitos são adorados pelo publico.ñ existe vilões nem mocinhos... enfim não concordei com uma só palavra.. além do mais e obvio q fãs de glee nunca vão gosta de skins são duas séries completamente diferentes. pronto falei...

Anônimo disse...

Que coisa ridicula de ler
Glee foi lançado anos depois de Sking foi
entaum me diz como Skin fez sucesso graças ao Glee ter trago atençao a series teen?
Texto de quem nem procura saber das coisas e ja vai falando merda
que perda de tempo

Guilherme disse...

--' dá um tempo meu amigo. skins saiu antes de glee. e tá na cara que vc foi na wikipedia pesquisar... faz o seguinte, seja adolescente antes de falar de coisas que vc certamente não entende.
a prosposito, blza não é o forte de skins. pq nem todo mundo é bonito

Livros e Cia. disse...

Que crítica é essa?
Realmente ás vezes o equívoco é uma droga e nesse caso várias...
Aonde que aqueles atores são tão bonitos assim gente?? E pelo amor de Deus Glee e Skins são completamente diferentes! Vamos começar a ter senso crítico mas com veracidade minha gente...
E ver direito que skins é uma das melhores séries teen do momento.

leonardo disse...

O cara q escreveu esse texto tava drogado e levou um chute na bunda, ai viu skins na net, ai ficou com raiva deles e começou a falar mal

Cacau disse...

Sempre tem alguém pra falar mal de uma coisa foda só pra criar polêmica.

Skins é uma série que retrata o que nós jovens vivemos. Com drogas, bebidas, problemas de família, sexo, essas coisas. Não é uma "Malhação" da vida em que os personagens não falam um palavrão e só bebem suco.

Qnt ao seu comentário escroto de que os personagens são só bonitinhos, te pergunto uma coisa: E os de Glee não são bonitinhos tb não?
Nessa questão concordo com o GMD.

Ah...os atores de Glee atuam brilhantemente bem, aham senta lá! Eu posso falar isso pq eu já assisti Glee e odiei! Pra mim nao passa de um High School Musical pra gente um pouco mais velha...fato.

AFF!

Anônimo disse...

Achei ridícula essas suas opiniões,apenas concordo com o que vc disse sobre a cassie.
Sem mais.

Anônimo disse...

nossa que crítica horrivel! Skins ganha premios e mais premios como serie teen/drama. Essa é a unica critica negativa que ja vi sobre Skins...entao tem algo errado ai, se fosse fiel à serie eles nao deveriam ser merecedores de premios. Alias lançaram agora Skins US, que em minha opinião é um lixo.... fotografia horrivel personagens sem graça(não digo bonitos, mas quero dizer sem emoção.A primeira impressão é a que fica...logo no primeiro episodio fizeram uma copia descarada da versão inglesa, com atuação pessima,me desculpem mas a versão britânica tem algo a mais sim... qualquer um nota.

Anônimo disse...

Concordo com a critica, tentei assistir essa serie, porem ficou impossivel no episodio 4, desliguei a parei de ver. Sem conteudo, uso extremo de drogas, bom, foram as horas mais desperdiçadas da minha vida, que nunca mais as terei.

Anônimo disse...

Nossa, discordo totalmente desse post aqui hein.
Skins é incrível, mostra a realidade nua e crua. E a respeito do uso de drogas, tu realmente acha que os jovens de hoje em dia vivem por aí cantando e dançando pelos corredores como em Glee, que o autor do post citou tanto? Fala sério, tu não pode sair por aí se baseando no que tu assiste na Malhação, meu amigo!

Anônimo disse...

Nada a ver mesmo, SKINS é simplesmente soberbo...

Comparar Glee com skins é básicamente um insulto a essa grande série que é skins, e se queres saber a maioria dos adolescentes fuma maconha como cigarro sim...

SKINS retrata a juventude de hoje em dia sim, e mais, consegue surpreender sempre, por ser uma série bem real, ao contrário de GLEE que é só uma série pra entreter as massas, bem previsivel, sempre com uma moral no final da história e blá blá blá chato demais

Eder disse...

Achei desnecessário essa critica. Glee e Skins são totalmente diferentes. Skins mostra a vibe junkie dos adolescentes e isso é bem uma realidade que talvez você não tenha passado. :]
_|_

bia disse...

totalmente desnecessario e idiota. Skins é uma das melhores series atuais e representa muito bem os jovens...posso falar isso por que sou uma....
tem personagens e atores muito bons com uma trama e roteiro igualmente otimos, e nao é nem um pouco previsivel.
o cara q fez essa critica devia ter assistido o seriado primeiro ao enves de sair esculachando...

greendog disse...

Cara essa foi a pior crítica que já li na minha vida, não pelo fato de vc não gostar de algo que eu gosto(skins) mas pô, se vc vai falar mal, pelo menos usa os argumentos corretos, puta merda até meu primo de 2 anos deve saber que nem tudo pode ser comparado, Glee é extremamente diferente de Skins e o público de um é exatamente o oposto do público do outro, eu sinceramente não sei como vc conseguiu comparar a grande presença de trilha sonora em Skins com os números musicais de Glee, e outra, a única vez que assisti Glee já percebi que juntando o talento em atuação de todos os que participam da série juntos num dá nem o dedo mindinho da Hannah Murray. Não consigo entender também até agora como vc foi dizer que vale a pena assitir Skins pela beleza dos atores, não vale a pena assistir NADA se for só pela beleza de atores, se fosse assim assistiria malhação, porque sinceramente não sei aonde a globo arruma tanta menina LINDA, enfim, se esse fosse o caso de Skins, vc que gosta de assistir coisas só pela beleza dos atores, poderia até dizer isso, mas acontece que na primeira geração de Skins nenhum personagem é exageradamente bonito, não sei onde vc conseguiu dizer que o SID é bonito, olha a Jal cara, ela tem uma beleza tão comum... a michele é bonita mas nem se compara com atrizes da malhação, a cassie é bonita isso é fato mas nada sobrenatural tbm, o único que é nível malhação ali de verdade é o Chris, na segunda geração eles já apelam pra belza dos atores... ¬¬

greendog disse...

Cara essa foi a pior crítica que já li na minha vida, não pelo fato de vc não gostar de algo que eu gosto(skins) mas pô, se vc vai falar mal, pelo menos usa os argumentos corretos, puta merda até meu primo de 2 anos deve saber que nem tudo pode ser comparado, Glee é extremamente diferente de Skins e o público de um é exatamente o oposto do público do outro, eu sinceramente não sei como vc conseguiu comparar a grande presença de trilha sonora em Skins com os números musicais de Glee, e outra, a única vez que assisti Glee já percebi que juntando o talento em atuação de todos os que participam da série juntos num dá nem o dedo mindinho da Hannah Murray. Não consigo entender também até agora como vc foi dizer que vale a pena assitir Skins pela beleza dos atores, não vale a pena assistir NADA se for só pela beleza de atores, se fosse assim assistiria malhação, porque sinceramente não sei aonde a globo arruma tanta menina LINDA, enfim, se esse fosse o caso de Skins, vc que gosta de assistir coisas só pela beleza dos atores, poderia até dizer isso, mas acontece que na primeira geração de Skins nenhum personagem é exageradamente bonito, não sei onde vc conseguiu dizer que o SID é bonito, olha a Jal cara, ela tem uma beleza tão comum... a michele é bonita mas nem se compara com atrizes da malhação, a cassie é bonita isso é fato mas nada sobrenatural tbm, o único que é nível malhação ali de verdade é o Chris, na segunda geração eles já apelam pra belza dos atores... ¬¬

Anônimo disse...

percebe-se que tem algo errado com essa crítica quando voc~e começa comparando skins com glee, que são seriados totalmente diferentes, com públicos alvo diferentes, temas diferentes... Skins retrata sim, e muito bem, a vida dos adolescentes atuais (não generalizando, mas você acaba se encontrando em alguma parte de algum problema dos personagens), com toda droga, bebida e todo grande problema familiar.

Anônimo disse...

claramente a pessoa que escreveu não sabe do está falando, usa argumentos sem fundamento e comparações absurdas. pra começar existem séries adolescentes desde sempre, glee só inovou no tema 'musical', assim como skins inovou na densidade do tema. eu já assisti uns episódios de glee e posso afirmar que não tem nada a ver com skins ( eu, particularmente detesto glee, acho que a história é mal desenvolvida, e tem coisas tão idiotas que subestimam nossa inteligência, além de estragar as poucas boas músicas que cantam). skins tem personagens muito bem trabalhados com traços fortes de personalidade, o enredo é verdadeiro, apesar de mais intenso que a realidade, ele retrata o tipo de pensamento dos jovens desde a fase que não se preocupam com nada a não ser viver e experimentar, até o momento que eles começam a crescer e ser responsáveis por seus atos. quem já passou ou está passando por essa fase entende, mas não estou me referindo à adolescência, e sim a este 'momento' que você não tem preocupações, com nada, nem com sua saúde, acha que vai viver pra sempre e arrisca. se você realmente VIVE(U) isso, entende, se não, vai gostar mais de glee mesmo...

Anônimo disse...

Nossa, de quem é esse texto? Lamentavel alguém que não entende NADA de interpretação,querer dar pitaco no assunto.

Agostini disse...

Sério? É brincadeira? Não entendi... Sério, não sei se isso foi brincadeira ou não. PFVR. Tem tantos absurdos nessa "crítica" que fez meus olhos doerem. Não vou nem discutir nada, pois perfi o respeito quando li o primeiro parágrafo:

-> Skins é mais uma série que caiu no gosto do público Cult e que, graças a Glee, que trouxe um novo interesse em séries focadas em adolescentes utilizando música, começou a aparecer para o grande público também.

Super mal escrito. Uma dica? Antes de sair por aí querendo escrever, procure LER bastante. Ajuda a criar um estilo e a saber organizar melhor as ideias. E não tente falar sobre coisas das quais você não entende. E se você assiste algo só pelos atores bonitos (imagino que isso seja a única coisa que alguém que vê Queer as Folk procura, já que a qualidade da produção é péssima), te aconselho a deixar de perder seu tempo fazendo isso e ir assistir algo com qualidade maior - é mais recompensador e ajuda a criar um espírito crítico mais apurado.

Novels Lover disse...

O meu bem, onde você viu a semelhança com Glee??? Na boa, isso dói só de ler! Procure assistir mais Glee que vc vai ver a diferença GIGANTESCA que existe entre as duas. Carai... Só o que me faltava viu...

L. disse...

Cada um tem sua opinião, mas eu definitivamente, discordo da sua crítica.
Não conheço Queer as Folk, mas conheço muito bem Glee e Skins, e essa comparação foi muitooo....

Glee é TOTALMENTE diferente de Skins, ambas as séries falam de problemas adolescentes, mas de formas TOTALMENTE diferentes.
Glee chega parecer 'light' comparado a Skins.

Na minha opinião, Skins é a que chega mais próxima a realidade atual dos adolescentes de hoje. Realmente, chega a ser assustador, e é mesmo. Mas, infelismente, é a realidade, e é assustadora.

Já Glee, não. Apesar de tudo, Glee consegue transmitir a mesma mensagem que Skins passa, mas de uma maneira muito mais 'leve', utilizando a musica, como a crítica mesmo descreve como exemplo.
Outro ponto de diferenças nessas distintas séries, é que em Glee constrói-se uma 'família', todos os personagens possuem diferenças e acabam por usar dela um ponto com que se unir, já Skins, não.

Enfim, se você procura uma série que que possa transmitir a realidade adolescente de forma considerávelmente mais 'leve' de maneira, talvez, mais moderada mas não menos interessante, utilizando artifícios como a música para atrair seu público, fique com Glee.
Agora se você procura uma série que trata da adolescencia como ela é, que apresente seus reais problemas, de uma maneira, considerávelmente mais 'forte', sem cortes, fique com Skins.
Ou então, assista as duas e descubra a enorme diferença entre essas duas interessantes séries! ;)

PS; Concordo com relação a Cassie(Skins), também a achei incrível!

Anônimo disse...

A mais pura mentira --' Essa a critica de um ser que definitivamente não viu a série ou se viu, tava drogado pq né....
A série não se trata só de garotos bonitos, drogas, sexo, bebidas e essas outras futilidades, ela tem uma história por traz de cada personagem, ela retrata as dificuldades de adolescentes que na grande maioria das vezes tem problemas com os pais, com a escola, ou outros tipos de problemas que é o caso da Cassie (da 1ª geração) que sofre de anorexia. Skins tem uma história muito boa e o roteiro é de mais. Os atores são incriveis, é uma coisa inovadora na televisão e é muito interessante tbm. Tem uma moral nessa série que só pessoas idiotas como vc não consegue captar. E outra, Skins e Glee são COMPLETAMENTE DIFERENTES! Pqp de onde vc tirou essa conclusão ridicula? Véi, na boa, vai ler uma critica de verdade e aprender a fazer uma antes de ficar falando esse tipo de poluição visual na internet --' Otário. Sério, meus olhos estão doendo ¬¬'

- Jess.

Postar um comentário

.

Links Legais

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin