O primeiro voo do 787

O primeiro voo do novo avião da Boeing, o magnífico 787 Dreamliner. Repare na envergadura e no comprimento das asas.

Tem uma propaganda de 17 segundos no início do vídeo.





Wikipedia
- O Boeing 787, Dreamliner, é o mais recente avião comercial da construtora aeronáutica Boeing. Foi apresentado à imprensa, em Everett, WA, em 8 de julho de 2007, doze anos depois do 777. O primeiro será entregue a ANA - All Nippon Airways, que comprou 50 unidades. No dia de seu lançamento, mais de 670 unidades já haviam sido encomendadas por 48 companhias aéreas internacionais, fazendo dele o maior sucesso comercial da indústria aeronáutica mundial em todos os tempos. Será capaz de transportar de 200 a 350 passageiros, dependendo do modelo e da configuração do interior da aeronave.

Será o primeiro avião comercial a ser fabricado primariamente com material composto e fibra de carbono. Substituirá o Boeing 767 e o Boeing 757. Planejado para ser uma aeronave de longo alcance, poderá fazer vôos nonstop entre cidades muito distantes, que nunca tiveram ligação direta. Prevê-se que o alcance médio do Boeing 787 seja de 6,5 mil quilômetros (modelo -3, de maior capacidade de passageiros) até 15 mil quilômetros (modelos -8 e -9).

O Boeing 787 é produzido com 50% de matérias compostos e 20% de alumínio, 15% de titânio, 10% de aço e 5 % de outros materiais. O Boeing 777 possui somente 12% de materiais compostos e 50% de alumínio. Outro fator interessante é que ele autodetecta erros e repassa imediatamente para o solo, fazendo com que assim o avião pousar, a equipe de manutenção saberá o que fazer nele.

Possui três motorizações - RR/GE - o alcance varia de 4.650 km (787-3) até 15.750 km (787-8), o primeiro foi desenvolvido para o mercado japonês substituindo os A300-600R, 767-200/-300 e até os 777-200 em algumas rotas.

Seu custo por milha é 10% inferior que aviões do mesmo porte e graças à sua estrutura de materiais compostos, ele pesa apenas 130 toneladas, contra 180 dos A330, que é considerado um dos melhores birreatores do mundo. O consumo de combustível é 20% menor que seus concorrentes.

Além disso é 60% mais silencioso que qualquer jato. Enquanto um Boeing 767 precisa a cada seis anos de fazer uma revisão completa, o Boeing 787 é doze anos.

Os bagageiros internos tem capacidade 30% maior que os atuais modelos, não tem cortinas nas janelas, e sim um sistema que permite que o vidro fique escuro. Também é um avião paperless, eliminando a papelada tanto no projeto quanto no vôo, utilizando o Eletronic Flight Bag da Jeppesen.

Foi o primeiro avião desenvolvido pós-11 de setembro, daí sua necessidade de redução de custos, ecologicamente limpo e versátil. Um Boeing 787 vai levar cerca de 3 dias para ser produzido. Essa experiência de montar os aviões tão rapidamente a Boeing testou primeiro nos Boeing 767 e foi adaptado do sistema japonês de montagem de carros.

O dia 21 de maio de 2009, precisamente às 9:30 am (PDT), foi marcado pela primeira partida de motor totalmente elétrica de uma aeronave comercial de grande porte. A força elétrica usada na partida dos motores RR Trent 1000 foi alimentada pelo APU (Auxiliary Power Unit) da Hamilton Sundstrand e não por meio de uma de usina. Durante a partida foram feitos vários testes em várias condições de potências para avaliar o funciomaneto dos sistemas


0 comentários:

Postar um comentário

.

Links Legais

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin