Seguranças agridem fotógrafos e público no Planeta Terra

Você paga caro por um show e é agredido por quem deveria fazer a segurança do evento? Brasil é assim mesmo! É normal seguranças de vários eventos serem truculentos e agredirem antes de perguntar. Mas também essas empresas contratam pessoas despreparadas e que estão acostumados a usar os músculos como armas, não poderia dar certo.

Confira a denúncia do Estadão sobre o ocorrido no evento:

A truculência dos seguranças do festival Planeta Terra, realizado neste sábado no Playcenter, provocou estragos em equipamentos de fotógrafos e deixaram várias pessoas feridas durante o show do cantor Iggy Pop e sua banda The Stooges, principal atração do evento. A certa altura do show, Iggy convocou parte do público a subir ao palco. Os fãs mais próximos começaram a ser agredidos já quando pulavam a grade que dava para o fosso na frente do palco. Chovia naquele momento, por volta de 0h20.



Os truculentos seguranças não só agiram com violência contra o público como tentaram impedir que os fotógrafos registragem imagens de sua ação violenta. Os dois fotógrafos do Estado que trabalhavam na cobertura do evento - Renato Luiz Ferreira e Tiago Queiroz - sofreram agressões. Com a camiseta rasgada e um galo na nuca, Ferreira contou que tomou uma "gravata" tão forte de um dos seguranças que chegou a perder os sentidos. "Quando falei que era fotógrafo e estava trabalhando para o Estadão, ele me disse que eu não era nada disso e arrancou o crachá do meu pescoço, me dando uma gravata em seguida. Caí no chão, desmaiado. Foi o Supla quem me socorreu", disse Ferreira, que conseguiu registrar imagens de agressões a outras pessoas.

Segundos os fotógrafos, alguns seguranças entraram na frente das câmeras que transmitiam imagens para os telões para impedir que as cenas de agressões fossem mostradas, mas a pancadaria, tanto no palco, que ficou tomado de fãs de Iggy, como na plateia, era visível de longe. "Tinha uns moleques apanhando com cabos de aço", disse Ferreira. "Os seguranças já estavam agressivos com o público antes de Iggy Pop chamar o pessoal pro palco", emendou Alberti.



Horácio Brandão, assessor de imprensa do evento, disse que a organização reconheceu que os seguranças não agiram corretamente e as responsabilidades seriam apuradas. Brandão também garantiu que os fotógrafos seriam indenizados para compensar o prejuízo com a perda dos equipamentos.

Às 2h42, a assessoria de imprensa do festival divulgou a seguinte nota: "Sobre o episódio ocorrido durante o show da banda Iggy Pop & The Stooges - em virtude da invasão do palco -, a organização do evento informa que a empresa de segurança Homens de Preto assume a responsabilidade e ressarcirá eventuais danos."



"A empresa de segurança se coloca à disposição para auxiliar na identificação dos possíveis responsáveis e acompanhar junto às autoridades competentes", prossegue a nota. Assinado: "Organização do evento Planeta Terra, BFerraz Full Promotion".

Fonte: Estadão.



O momento em que o Iggy Pop convidou o público a invadir o palco.


Em tempo: tirei o "analfabetos" do meu texto, seguranças podem ser alfabetizados e continuarem despreparados, obrigado pelo alerta.


3 comentários:

Renata Santos disse...

"Mas também essas empresas contratam analfabetos despreparados..."

Perdão,mas senti-me mal com o que eu acabei de ler. Que preconceito seria esse? Não estou querendo defender esse tipo de profissional mal preparado,mas utilizar desse argumento de chamar uma pessoa de analfabeta para explicar seu mau comportamento é realmente desnecessário.
Conheço vários analfabetos que não agem da maneira que esses seguranças agem. Usar desses argumentos pra mim é a mesma coisa de dizer "só porque é preto é ladrão","só porque usa roupa curta é vadia" ou "só porque é analfabeto é um troglodita". Não é bem assim.
Deixo aqui a minha crítica já que és incrivelmente ácido.

Lemon Blog disse...

Vc está certa, tirei o "analfabetos".

Anônimo disse...

Ah ta legal, show lotado do Iggy Pop com convite do proprio Iggy PoP para as pessoas subirem ao palco num pais como o Brasil onde temos alunas de graduação sendo agredidas por coisas tolas, só imagino a cena da galera derrubando pedestais chutando caixas de som com tendencias punks destruidoras próprias do estilo, produtores apavorados com possíveis prejuízos afinal não estamos nos EUA onde tudo é descartavel e sobra dinheiro nos caixas e no meio de tudo isso seguranças treinados nas melhores academias de MMA do mundo querendo fazer uso de sua experiência como porradeiro. YEAH MAN , Its only Rock'n'roll but we are in Brazil 2009, pós tudo, fase paz e amor, punk, grunge, agora emo e então fim do mundo 2012. Acho que rola pensar um pouco sobre isso. Abraço Sasdeli o blog mais corrosivo da net.

Postar um comentário

.

Links Legais

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin