Crítica: Glee, o High School Musical para adultos.


Se High School Musical fosse para adultos ele seria Glee! Glee é um novo seriado americano do canal Fox que mistura musical, drama e humor. O seriado acompanha um professor sonhador que vai dirigir um grupo musical com “loosers” do colegial, meio clichê, não? Mas Glee não é só isso!

Glee é inocente, é bonito, é emotivo e é criativo; é tudo que uma novela brasileira jamais vai conseguir ser. Em um dinamismo que te prende do início ao fim, essa nova série causa paixão em seus aficionados, pois a história é forte e têm personagens cativantes, ela brinca com o clichê, que aparece a todo o momento, mas de forma intencional acaba funcionando como uma paródia de outras séries ou filmes americanos.

Sim, Glee não é perfeita! No sexto episódio ainda falta um personagem marcante que consiga carregar a série nas costas, tal como Hugh Laurie faz em House. Falta também, em alguns casos, explorar melhor o drama de alguns personagens, transmitindo uma sensação que os roteiristas querem correr demais com o drama para dar espaço para o musical, acabando por deixar passar excelentes ganchos que poderiam gerar excelentes episódios, tal como a homossexualidade do cativante Kurt.

No geral, Glee é ousada sem ser forçada. Tem humor sem exagero. Tem música sem ficar chato. Tem drama romântico sem ficar meloso. Toda essa mistura gera a série que tem o maior potencial, dentre os novos seriados, para cativar o público americano e mundial. Apaixone-se você também por Glee!


A versão Single Ladies de Glee ficou muito boa!


Dois promos de Glee!


0 comentários:

Postar um comentário

.

Links Legais

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin