Software prevê se alguém é gay pelo perfil de redes sociais


Precisa de software para isso? Diga-me com quem andas que eu lhe direi quem és, além das fotos que podem entregar e do gosto musical, embora, no caso da música, é mais dificil dizer quem é ou quem não é, tem muitos apreciadores de Divas que não são gays e muitos gays que não gostam de Divas ou de Electro Jovem Pan.

A notícia:

Os sites de relacionamento expõem muitos detalhes sobre as pessoas. Das fotos constrangedoras ao estado de espírito, quase tudo está online. Justamente o que este “quase” esconde é o que os estudantes do MIT Carter Jernigan e Behram Mistree desenvolveram o Gaydar (gay + radar, ou radar gay).

A ideia é simples, analisar os perfis de usuários de sites de relacionamento e dizer, com base nas informações fornecidas, se a pessoa é ou não gay.

Para isso, foi criado um software, homônimo ao projeto.

Dados fornecidos, como amigos online, por exemplo, são analisados pelo programa e cruzados com análises estatísticas. O resultado é uma desentocada dos enrustidos que, segundo a dupla, se mostrou verídica entre os seus amigos da vida real “testados” pelo Gaydar.

Não pense que esteriótipos ligados a gostos musicais e comunidades são o que entrega o jogo.

Segundo o site do jornal The Boston Globe, são as amizades que revelam a opção, ou inclinação, ou orientação, sexual do usuário.

Qual a polêmica da vez? Privacidade.

No momento em que informações tornadas públicas podem levar a informações confidenciais, os internautas caem num dilema. Estar na internet envolve ter informações na rede. Ao mesmo tempo, estas informações podem levar a conclusões (certas ou não) pessoais demais para serem compartilhadas com todo mundo.

Fonte: Infosfera.


0 comentários:

Postar um comentário

.

Links Legais

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin