O futuro dos assentos de avião será dolorido



Além de pagar pelo serviço de bordo, agora essa... Como eu já disse aqui no blog, se isso fosse refletido nos preços das passagens no Brasil, seria uma opção para quem não pode viajar de avião, mas os preços da empresa de baixo custo brasileira não são muito diferentes das demais.

Lembrando que esse assento é um conceito, embora já tenha empresas interessadas nele.

Gizmodo - As empresas de aviação de baixo custo não só tentam cortar o máximo de custos possível, como usam aviões com mais assentos para levar mais gente de uma vez só. Esta coisa confusa que você está vendo aqui, um avião com assentos retráteis lado a lado, talvez seja o futuro dos assentos de avião — menos que isso e você iria a pé.

É bom saber que a empresa inglesa Design Q, que criou bem-sucedidos assentos para a primeira classe da Virgin Atlantic, tem tempo de pensar na gente, o gado que viaja de avião. De acordo com a empresa, a foto acima "mostra um espaço generoso entre os assentos, que pode ser reduzido, mas os assentos do centro são alternados para coincidir com os espaços dos assentos nas paredes do avião".

Ele parece oferecer mais espaço para as pernas que os assentos normais, mas parece terrivelmente desconfortável, mesmo se usado apenas para voos de curta distância. Bem, se o exército usa esse tipo de assento — você vê abaixo o interior de um avião militar americano —, por que não a gente? Parece que minha reclamação por assentos confortáveis na classe econômica não foi ouvida...

Fonte: Gizmodo.


3 comentários:

Anônimo disse...

O que é isso?
Oh meu Deus, era só o que faltava...

acho que esse povinho anda vendo muito filme na sessão da tarde. Pareçe até aqueles assentos de espaçonaves...acorda povo! ¬¬

Ps.: Muito medo de me identificar. :D

Dri Viaro disse...

Boa tarde, estou passando pra conhecer seu blog, e desejar boa semana.
bjsss

aguardo sua visita :)

Barbara Bastos disse...

O quê que é isso?
Fala sério...como vc disse...mais um pouco a a gente acaba indo a pé!

Postar um comentário

.

Links Legais

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin