Cobrança por lanches em voo revolta passageiros da Gol


Tudo bem que na Europa e nos EUA algumas companhias de baixo custo também cobram, só que a passagem nessas companhias tem um desconto considerável, algo no nível de 50 a 90 dólares. Já a GOL, que tinha um péssimo serviço de bordo, agora cobra por ele, a um preço abusívo, e o reflexo ainda não foi visto nas passagens, uma vez que a Azul tem passagens mais baratas e serviço de bordo de qualidade.

Folha Online: Passageiros do voo 1667 da Gol no trajeto Recife-São Paulo se revoltaram com a cobrança por lanches, no último fim de semana, e decidiram coletar assinaturas contra a medida da companhia, segundo informações do jornalista Vinícius Queiroz Galvão, em reportagem publicada na edição desta terça-feira da Folha (íntegra disponível para assinantes do UOL e do jornal).

De acordo com o texto, durante o protesto, o comandante mandou avisar, por meio de uma comissária, que pousaria o avião no primeiro aeroporto para expulsar a médica ginecologista Renê Patriota, que liderava o protesto, mas não o fez. Depois, a tripulação informou que a Polícia Federal a esperava em Cumbica.

Outra reclamação era a manipulação simultânea de dinheiro e de alimento e bebida por comissários. "Eles pegam em dinheiro, não lavam as mãos e servem comida. Nós também não temos como sair para ir ao lavabo antes de comer porque os carrinhos do serviço de bordo estão bloqueando a passagem", disse a passageira Lígia Mafra.

Em nota, a Gol diz que vai apurar o incidente e, se "confirmados erros de procedimento, tomará medidas corretivas para que não voltem a acontecer". Afirma ainda que "o serviço de venda a bordo foi adotado recentemente, após realização de estudos aprofundados e pesquisas com clientes" e que "a iniciativa é inédita no Brasil".

Fonte: Folha Online.

Na foto um "combo" que pode ser adquirido no serviço de bordo da GOL.



0 comentários:

Postar um comentário

.

Links Legais

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin