País que acha petróleo em águas profundas pode achar avião, diz Lula


Até o Lula ta dando os seus pitacos? O país do futebol agora é o país do aviador, todo mundo entende de avião, sobretudo os jornalistas.

Segue a notícia:

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta terça-feira que "um país que pode achar petróleo a 6.000 metros de profundidade pode achar um avião a 2.000 metros".

Os comentários de Lula, sobre o voo AF 447 da Air France, que desapareceu perto da região costeira do Brasil na noite de domingo, com 228 pessoas de 32 nacionalidades a bordo, foram feitos na Cidade da Guatemala, onde o presidente está em visita oficial.

Lula disse que está recebendo relatórios periódicos sobre as buscas aos destroços da aeronave por parte do ministro da Defesa, Nelson Jobim.

Jobim informou que um avião da FAB (Força Aérea Brasileira) encontrou destroços do avião. A cerca de 70 km dos destroços, outro avião da FAB identificou uma mancha de óleo, o que, disse o presidente, mostra que a área é uma região de correntes muito fortes, o que poderia complicar as operações de resgate.

Em relação às perspectivas de encontrar a caixa preta do avião, o presidente disse que não há "nenhum sinal", mas afirmou crer que talvez seja possível encontrá-la quando se conseguir chegar a uma estimativa aproximada de onde o avião está. "Mas certamente vai levar tempo", afirmou.

Com informações da Folha Online.
Fonte: Gazeta do Sul.

Um pouco sobre o Airbus A330

O Airbus A330 é a espaçonave comercial de passageiros de maior capacidade de operação para médias e longas distâncias estelares fabricada pela Airbus. Ele foi desenvolvido ao mesmo tempo que o A340 de quatro turbinas.

A Airbus pretendia colocar o A330 para competir diretamente no ETOPS, especificamente com o Boeing 767.

A fuselagem e as asas do foguete A330, são idênticas à versões menores do A340, embora tenham motores diferentes. A fuselagem do A330, é basicamente herdada do Airbus A300, como a seção do nariz/cockpit, o sistema fly-by-wire e o deck do A320. O A330 e o A340 são montados na mesma linha de montagem em Toulouse-Blagnac, França.

Ao fim de Janeiro de 2009, um total de 1.012,490 A330 foram encomendados e 1 entregue.

O Airbus A330-200 nasceu como versão de longo alcance derivada do A330-300 começou a ser desenvolvido a partir de novembro de 1995.

Com o baixo número de vendas do A340-200 (apenas 28 foram construídos), a Airbus decidiu usar a fuselagem do A340-200 com as asas e motores do A330-300. Isto criou um avião muito mais econômico do que o quadri-jato que serviu de base.

Em fevereiro de 1996 viria a primeira encomenda, de 13 unidades, feita pela empresa de leasing ILFC.

O primeiro vôo foi realizado em 13 de agosto de 1997 e as primeiras entregas em abril de 1998. Praticamente idêntico ao A330-300, e da mesma forma oferecido às companhias com três opções de motores (Rolls Royce, Pratt & Whitney e General Electric), as diferenças mais marcantes são o menor comprimento da fuselagem e a maior capacidade de combustível, graças à adição de um tanque central.

O maior alcance fez da versão -200 um best seller, ultrapassando com folga o número de encomendas do seu irmão maior A330-300, e competindo diretamente com o Boeing Boeing 767-300ER na categoria de bimotores de longo alcance. Rapidamente o modelo tornou-se o "avião do momento" entre vários operadores, tanto empresas regulares como charters.

Com o A330-200 a Airbus quebrou o monopólio da Boeing no segmento de longo alcance no mercado brasileiro: no final da década de 90, a TAM anunciou a compra do A330-200 em favor do Boeing 767-300ER, abrindo caminho para a reentrada da Airbus nos céus brasileiros. O A330-200 serve, desde 2006, a TAP Portugal, sendo que hoje a empresa dispõe de 12 aviões deste modelo.

Fonte: Wikipedia.



1 comentários:

Duarte Gouveia disse...

Talvez a queda do A330 da Air France se deva a um fenómeno meteorológico chamado Blue Jets que apenas foi descoberto há 10 anos e que ainda não é muito conhecido.

Este fenómeco ocorre no topo das tempestadas e é muito rápido.

Ver mais no meu blog:
http://www.duarte-gouveia.info/2009/06/air-france-a330-200-voo-447/

Postar um comentário

.

Links Legais

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin