O clássico de uma torcida só!


O que é normal num clássico de futebol? Duas torcidas gritando para empurrar o seu time favorito, certo? Ah claro, não em Minas Gerais! Os dois proximos clássicos entre Atlético e Cruzeiro terão apenas a torcida do mandante, ou seja, o primeiro vai ter só a torcida do Cruzeiro e o segundo só a torcida do Galo.

Vamos ver se pelo menos a Globo ou o Sportv transmitam o jogo, pois uma torcida, em ambos os jogos, será altamente prejudicada, com a transmissão isso seria minimizado.

***

Os dois próximos clássicos entre Atlético-MG e Cruzeiro, em 12 de julho e 10 de outubro, ambos válidos pelo Brasileirão, não terão a carga de ingressos dividida igualmente entre os clubes. Em reunião realizada na sede da Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor, nessa quinta-feira, Cruzeiro, Atlético-MG, Ministério Público, Federação Mineira de Futebol (FMF), Polícia Militar e Corpo de Bombeiros decidiram adotar o mando de campo na divisão de torcidas para os dois jogos entre os rivais no Nacional. Os presidentes de Cruzeiro, Zezé Perrella, Atlético-MG, Alexandre Kalil e da FMF, Paulo Schettino chegaram à decisão. Também compareceram representantes da Polícia Militar mineira, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil e Administração dos Estádios de Minas Gerais (Ademg).

O diretor de futebol celeste, Eduardo Maluf, explica que a medida tem caráter experimental, já que no fim do ano o Mineirão será fechado.

- Nós temos o Mineirão, a partir de ano que vem, entrando em reforma para a Copa do Mundo (2014). Devemos ficar sem ele por dois anos. Já vínhamos amadurecendo essa ideia para, este ano, em caráter experimental, fazer os dois clássicos como é no regulamento do Campeonato Brasileiro. O mandante é o dono do jogo, da renda, e dá para a torcida adversária 10% de sua carga de ingressos - disse.

A medida permite uma renegociação para que, caso seja da vontade dos clubes, o time visitante receba uma carga maior de ingressos. Em 12 de julho, o Cruzeiro tem o mando de campo. Em 10 de outubro, ele será do Atlético-MG. Maluf explica que esses jogos servirão como estudo de caso para quando o Mineirão estiver reformado e adequado para a Copa do Mundo no Brasil.

- Vamos sentar para definir e isso vai servir de avaliação para a hora que o Mineirão estiver pronto, e Cruzeiro e Atlético-MG vão usufruir deste novo estádio. Temos uma posição do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar, da Federação Mineira de Futebol, da CBF, do Ministério Público. É uma ação que nunca aconteceu em Minas e vamos fazer em dois jogos. Vamos nos reunir de novo e sentar para, quando tivermos o Mineirão, avaliar o que é melhor – explicou.

Para o meia Wagner, a medida pode tirar o brilho do clássico e esfriar a rivalidade sadia.

- Vai ser entranho. Ainda mais sendo um clássico. Acho que deveria dividir, para que as duas torcidas compareçam em mesmo número para apoiar. Ainda há tempo para que as duas torcidas sejam beneficiadas. Acho que tira (o brilho). É bonito ver as torcidas gritando. É bom para o torcedor que está no estádio e faz diferença para nós também dentro do campo – disse.

Fonte: Globo Esporte.

0 comentários:

Postar um comentário

.

Links Legais

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin