Atlético confirma negociação com cervejaria e proposta para o DiamondMall




Quando eu publiquei que o Atlético Mineiro estava negociando com a Ambev muitos riram, fizeram piada, acharam que era mais um blog de esporte sensacionalista. Primeiro que esse blog não é de esporte, segundo que, ao contrário de alguns blogueiros e, até mesmo, jornalistas, eu checo as minhas fontes.

Pois bem, hoje o presidente do Galo, em coletiva de imprensa, afirmou que tem sim uma proposta de uma cervejaria em andamento, não podendo ainda revelar qual empresa e confirmou uma nova proposta para a prorrogação do contrato da Multiplan com o DiamondMall, shopping que pertence ao Atlético e é administrado por essa empresa.

Quem quiser ler o post sobre a Ambev e o Atlético Mineiro, clique aqui.

O vídeo completo da entrevista está no site oficial do Atlético, clique aqui para vê-lo.

Sobre o shopping Diamond Mall leia a reportagem abaixo:


Após três meses de negociações, o Atlético-MG recebeu uma proposta do grupo Multiplan para a prorrogação por mais 15 anos de arredamento do shopping Diamond Mall, localizado no bairro de Lourdes, região Centro-Sul da capital mineira. A informação foi dada pelo presidente do clube, Alexandre Kalil, em entrevista coletiva, nesta segunda-feira. A proposta será apresentada ao Conselho Deliberativo na próxima quarta-feira, em reunião na sede de Lourdes, às 18h30.

Construído em um terreno pertencente ao Atlético, o Diamond Mall há 13 anos está arrendado ao grupo Multiplan. Pelo contrato em vigência, com mais 17 anos de duração, o Atlético-MG recebe mensalmente R$ 356 mil. Pela nova proposta, que deixaria o atual empreendedor por mais 32 anos à frente do centro comercial, o clube passaria a receber R$ 450 mil ou 15% do faturamento com a locação de lojas no shopping, caso esse valor supere os R$ 450 mil previstos inicialmente.

Dessa forma, o valor total a ser recebido pelo clube atleticano nos próximos 17 anos passaria de atuais R$ 72,7 milhões para R$ 91,8 milhões. Além do aumento da renda mensal, a Multiplan ofereceu ao clube o pagamento de luvas de R$ 16,5 milhões nos próximos 30 meses. Com isso, a partir de dezembro, o Atlético receberia, durante dois anos e meio, além dos R$ 450 mil mensais, outros R$ 550 mil.

Segundo Alexandre Kalil, a proposta é fundamental para o futuro do clube. "O problema de esperar 17 anos é muito fácil para quem nunca chegou aqui e pagou uma folha de pagamento. O acréscimo nos próximos 30 meses representa uma receita de R$ 12 milhões por ano, ou seja, praticamente, um patrocínio máster", afirmou o dirigente. O Atlético-MG não fechou contrato de patrocínio para esta temporada.

Kalil ressaltou que é preciso pensar no futuro do clube e alegou não ter condições de assumir a administração do shopping. "Se eles me entregaram esse shopping amanhã, eu não sei o que eu faço. Temos que esclarecer para a torcida que isso é um 'pinga-pinga' importante de R$ 1 milhão por mês que vai cair na conta do Atlético", salientou o presidente, lembrando que a comissão de patrimônio do clube prevê a administração do shopping por uma empresa especializada.

Segundo Kalil, atualmente, a administração do shopping Diamond Mall deve ao Atlético R$ 9,6 milhões em um cálculo feito pela diretoria do Atlético. Entretanto, o dirigente argumentou que para receber o valor esperado seria necessária uma negociação, e que esse valor está sendo substituído por R$ 35,5 milhões - total acrescentado em relação ao contrato atual.

"É claro que isso vai ser dissolvido, mas temos que ganhar tudo e com a correção que nós queremos. Isso é um cálculo do Atlético. É lamentável falar que eu estou fazendo um bom negócio e que depois de tudo aprovado, eu poderia tentar mais alguma coisa. Mas para negociar com eles, eu tenho um prazo", argumentou.

O presidente garantiu que nenhuma quantia será antecipada em sua gestão, mas lamentou que não possa falar o mesmo quanto a gestões futuras.
"Eu quero equilibrar o Atlético em 30 anos. Dez gestões vão aproveitar disso. Isso é muito importante para a vida do Atlético, porque temos que pagar folha, temos compromissos para pagar, dificuldades. Mas eles podem chegar aqui e antecipar os R$ 72 milhões. Não podemos partir do princípio que o Atlético vai continuar como é", disse.

Kalil espera que os conselheiros compareçam à reunião da próxima quarta-feira. "Gostaria que o conselho comparecesse quarta-feira para analisar, para ver se é bom ou ruim. Está na hora do Conselho vir em massa e decidir o que é melhor", observou.

O presidente atleticano pediu que os torcedores evitem pressões sobre o Conselho Deliberativo. "Peço a torcida do Atlético que não venha para a porta para pressionar o conselho deliberativo. Que continue sim para onde deve ir, que é o Mineirão, fazendo um espetáculo bonito", salientou.

Fonte: UOL.

Nesse domingo o Atlético venceu o Nautico por 3 a 0 no Mineirão. A torcida fanática lotou o estádio e viu o glorioso das gerais ser alçado a liderança do Campeonato Brasileiro de 2009, veja os gols.


0 comentários:

Postar um comentário

.

Links Legais

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin