As merdas que a imprensa fala sobre aviação - Parte 4


Jornalista não é aviador, mas acho que ao publicar algo eles deveriam, pelo menos, correr atrás e descobrir do que estão falando, não? Ás vezes é só jogar no Google que já ajuda. Essa foto eu tirei do Orkut do Marcelo, usando as palavras dele: "Leme na asa, ô senhor, esses jornalistas estão querendo aparecer no meu álbum, só pode! Não é possível tanta burrice junta, isso porque esses putos viajam quase diariamente, e o pior, DE AVIÃO!"

Leme fica na calda e não precisa ser nenhum especialista para saber isso, né Portal G1? Se esse jornalista pegasse uma foto de qualquer Air France, mesmo que seja do google, constataria que essa parte da pintura do avião não fica na asa.


Buraco negro? Puts... Jornal do Brasil fica FEIO publicar um lixo desses... Então o buraco negro engoliu e devolveu os destroços do avião? Em que boate esses jornalistas andam tirando diploma?

A próxima pérola é do Jornal do Comércio na área de opinião. Um jornalista do referido jornal aventou a possibilidade do Boeing 707 da Varig - aquele que o Fantástico fez a reportagem - ter sido abatido, leiam:
"O cargueiro 707-323 da Varig, que desapareceu em 30 de janeiro de 1979, quando sobrevoava o Pacífico entre Tóquio e Los Angeles, foi abatido por caças soviéticos. A revelação foi feito a esta coluna por um ex-agente de inteligência brasileiro, que ouviu um relato de um ex-agente da KGB que participou da operação. Domingo, o "Fantástico", da Globo, mostrou que familiares dos seis tripulantes há 30 anos aguardam respostas. Os Russos atacaram porque o Varig estaria transportando aos EUA, em segredo, partes do caça Mig 25 levado a Tóquio por um piloto desertor. Cooptado pelo serviço secreto Inglês, o ex-agente da KGB soviético veio ao Brasil em 1982 e contou tudo a agentes que fizeram sua segurança. O governo brasileiro jamais revelou às famílias dos tripulantes a decisão de colaborar com a CIA, levando pela Varig partes do Mig 25 aos EUA."

Lembrando que esse MIG-25 foi levado ao Japão em 1976. Então porque diabos um avião 707 de uma empresa BRASILEIRA levaria informações ultra-confidenciais de uma avião soviético que estava no Japão para os EUA após 3 anos da captura do mesmo?

Reportágem do Fantástico sobre o Boeing da Varig que desapareceu no Pacífico.


Eles ainda insistem nessa maldita turbulência! O avião mandou mensagens de problema técnico. Simulador de voo ta na moda para esses jornalistas, deve tudo ter virado maniaca de Flight Simulator.

3 comentários:

Andréa Mota disse...

rsrs..
Como representante da parte atacada, tenho que dizer.. eu concordo com suas críticas.

Jornalista diário, aquele que dá o furo de notícia, parece criança quando acha doce no supermercado. Enche o saco até que a mãe compre.

Ai, em meio ao assedio pelo bombom, muitas asneiras aparecem. Já que não se tem a resposta dos fatos, eles conspiram. Eles indicam, investigam. Mas, como vc disse.. eles são jornalistas, não pessoas do ramo da aviação.

O grande problema está na competição entre emissoras, no afã pela notícia mais rápida.. daí a qualidade se afoga em tanta palavra mal colocada. aff..

Mas, quero defender minha classe... rsrs. Não somos todos assim. O que as pessoas vêem é a safra da tv, dos jornais diários. Mas, temos os documentaristas, os de revista, os de sits interessantes, etc.. muita gente "anônima".

odeio jornalismo diário!

rsrs

Lemon Blog disse...

Concordo Andréa, tem muito jornalista bom de serviço que merece um lugar ao sol...

Lemon Blog disse...

ah sim.. o Estado de Minas também chamou de ASA a parte que é a calda.

Postar um comentário

.

Links Legais

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin