Cientistas criam macacos fluorescentes


Será que isso é falta de doença no mundo???


***

Cientistas japoneses modificaram geneticamente uma linhagem de macacos para que os animais adquirissem uma coloração verde fluorescente ao serem expostos a raios ultravioletas. Esta é a primeira espécie de macacos do tipo e foi apresentada pelos cientistas em uma reportagem publicada nesta quarta-feira pela revista Nature.

Com a ajuda de um vírus, os cientistas da equipe do Instituto Central de Experiências em Animais da Universidade Keio introduziram nos embriões de micos saguis a proteína fluorescente GFP, originalmente extraída das medusas. Os embriões foram implantados, em seguida, em sete fêmeas portadoras do “vírus fluorescente”. Três delas acabaram sofrendo abortos, mas as outras quatro deram à luz cinco filhotes.

Na segunda geração, o gene da GFP estava presente nas células reprodutoras de dois desses cinco macacos. Um dos dois a transmitiu para a geração seguinte. Experiências semelhantes já haviam sido realizadas em ratos, mas a maior proximidade entre macacos e humanos, de acordo com os cientistas, abre caminho para a possibilidade de se implantar outros genes nos animais para o estudo de patologias humanas.

O GFP é um marcador frequentemente utilizado para explorar o interior de células vivas. Na segunda etapa de testes, os pesquisadores vão implantar nos macacos genes de doenças como o Mal de Parkinson.

(Com agência France-Presse)
Fonte: Veja.

Você lembra da música do Discovery Channel?


0 comentários:

Postar um comentário

.

Links Legais

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin