Mayday – Desastres aéreos.


Sou um apaixonado por aviação, quase, por duas vezes, entrei em um curso para piloto de avião, mas o mercado é complicado demais e não tenho mais estrutura para arriscar profissionalmente.

Mayday – Desastres aéreos é um programa do NatGeo, muito bem feito, fiel a relatórios oficiais e com simulações bem elaboradas. Ser um apaixonado por aviação é querer também entender os desastres aéreos, infelicidades que contribuíram para uma segurança de vôo maior, próxima do ideal. Creio que chegará um dia na aviação em que acidentes aéreos serão quase uma lenda, embora hoje a aviação continue sendo o meio de locomoção mais seguro do mundo, atrás apenas do marítimo.

Pretendo falar dos acidentes da TAM e Gol numa outra oportunidade, creio que relembrá-los é sempre bom para que não caiam no esquecimento, mesmo porque os familiares das vitimas de ambos ainda lutam na justiça por quantias indenizatórias – dinheiro não substitui vidas, mas no capitalismo é a melhor forma de pedir perdão, além de ajudar os familiares que dependiam da ajuda de quem faleceu ( quem vai pagar a escola e a faculdade de crianças que perderam os pais nessa tragédia? ) – porém ambos merecem uma analise a parte e exclusivamente dedicada.

Alguns acidentes chegam a ser bizarros, fazendo-nos pensar se era mesmo o destino que quis assim, afinal temos casos em que um adesivo tampando um sensor derrubou um Boeing 757, no Brasil um piloto colocou um zero a mais no rumo e ficou perdido nos céus da Amazônia ( o famoso caso Garcês, no qual a arrogância impediu que o referido piloto seguisse as instruções do co-piloto para voltar ao ponto de partida ); caindo com um Boeing da Varig na floresta e vitimando varias pessoas, embora o piloto e alguns passageiros e tripulantes tenham sobrevivido. O próprio acidente da Gol tem elementos incríveis, quem poderia imaginar que dois aviões se chocariam sob o céu da floresta equatorial?

Abaixo o vídeo de um acidente com um Embraer ERJ-145 da extinta Rio Sul que pertencia ao grupo Varig. Felizmente não houve vitimas nesse incidente, apenas o avião que ficou partido ao meio. O vídeo é uma simulação real da caixa preta com as vozes dos pilotos, gravação feita direta da caixa preta da aeronave; nota-se uma total falta de atenção e preparo de ambos pilotos, chega a ser bizarramente engraçado! Tomo a liberdade de colocá-lo aqui, pois, repito, não houve vitimas.



Abaixo vídeo com o áudio da caixa preta do Airbus A320 da US Airways que caiu no rio Hudson, não houve vitimas. Escute a frieza e o preparo do piloto, que se tornou um herói ao conseguir a façanha de pousar, em segurança, a aeronave no famoso rio que passa em Nova York.



Em tempo: episódio inédito de Mayday – Desastres aéreos no NatGeo, canal 33 na Net.
Horários:
Segunda-Feira 13 de Abril 21:00
Terça-Feira 14 de Abril 05:00
Sábado 18 de Abril 22:00

11 comentários:

André Luiz disse...

Muito bom seu blog, com um visual legal e post interessantes. Parabéns. Vou adicioná-lo no favoritos.

Mr.Cafa disse...

Bom Texto, bem redigido, interessante.

http://cabaretdevenus.blogspot.com/

NEOQEAV disse...

bem curiso este seu blog...bem elaborado...
espero que sua afirmaçao que um dia os acidentes aereos serão uma lenda realmente se concretizem...ate lá prefiro fazer minhas viagens em terra msm..

Gúh! disse...

Mto bom !


Tem um programa no Nat.Geo. que tem o mesmo nome !

Uno-Boys disse...

fica tranquilo, saletti meu amigo....
jah estava aqui, na manha, a comentar....
soh q comentei com meu outro nick....
jah q prefere esse nick, aqui estah entao meu nick....

valeu...

http://unoboys.wordpress.com/

blogixo disse...

aff, perdi por pouco a chance de ver o programa! vou tentar ver no sabado! :)

Thiago Terenzi disse...

Deu um descanso para a acidez?

Lemon Blog disse...

nada.. fala de aviação me deixa mais tranquilo, mas como não é um blog de aviação a acidez logo estará de volta.

Dário Souza disse...

O chato de ter tv aberta é isso, programas como esse a gente não consegue assistir, acho que tao importante quanto o programa falar sobre esses casos, é vc vim com o seu blog, nos lembrar, nao fazer que fatos como esse caiam no esquecimento.Assim como vc eu me interesso muito sobre essas tragédias e suas causas.

Moziel T.Monk disse...

Provavelmente entao voce já deve ter lido o livro "Caixa Preta", onde relata 3 acidentes nacionais, um deles este no qual o piloto poe um zero a mais na rota. Caso nao, recomendo.

Lemon Blog disse...

Eh to doido para comprar esse livro. O caso do 0 a mais é do Garcez, o avião ficou "perdido" na amazônia, um boeing da Varig. Muitas pessoas morreram, alguns sobreviveram, dentre eles o piloto, Garcez, e o co-piloto.

Postar um comentário

.

Links Legais

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin